terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Unhas e Saúde!


Oi gatinhas lindas do meu Braasil! (;
Hoje eu vou falar de um assunto muuuito, muuuito importante a nossa saúde!
Vocês sabiam que só de olhar pra nossas garrinhas tem como perceber se tem alguma coisa errada com a nossa saúde? pois é, descobri isso lendo uma reportagem muito interessante do site da revista " Viva Saúde", e resolvi trazer pra cá, pra vocês leitoras lindas e absolutas lerem e reparar e as unhas de vocês apresenta algum desses aspectos.


Entre as crendices populares brasileiras, uma das mais famosas diz respeito ao aspecto das unhas. Há quem acredite que as manchinhas, que surgem de uma hora para outra, significam a chegada de boas-novas. Em certas regiões do país, o povo garante que elas aparecem na mesma proporção das mentiras que contamos. Coincidências e lendas à parte, o fato é que essas marquinhas querem nos avisar de algo muito mais importante: que precisamos ouvir rapidamente a opinião de um dermatologista, para ver o que há de errado em nosso organismo.
Não é à toa que muitos médicos pedem para ver as mãos dos pacientes durante o exame clínico. "Qualquer alteração patológica nas unhas deve ser observada com rigor, pois sinalizam desde falta de nutrientes, estresse e micoses até problemas mais sérios, como cirrose hepática, insuficiência renal e endocardite (a inflamação do revestimento interior do coração, geralmente provocada por bactérias)", garante o dermatologista Guilherme de Almeida, de São Paulo. Sua colega de profissão, a médica paulistana Aurea Lopes, concorda e aponta como outras causas males como dermatite de contato, lupus eritematoso (doença crônica que causa inflamações em várias partes do corpo) e até mesmo problemas circulatórios periféricos, cardiológicos e intestinais.
Na maior parte das vezes, as manchinhas esbranquiçadas e pequenas são resultado de batidas leves que provocam pequenos traumas na matriz ungueal (local onde as células de queratina que formam a unha são produzidas). Assim como aquelas linhas finas e verticais (faixas hemorrágicas) decorrentes do rompimento de vasinhos minúsculos, essas marcas somem sozinhas e nem sempre são motivo de preocupação.
Porém, se elas tomam quase toda extensão da unha e não desaparecem, vale a pena consultar um médico especialista. A presença desses sinais pode indicar inúmeros problemas de saúde, possíveis ameaças ao bom funcionamento do organismo e até o uso de determinados medicamentos. Os remédios quimioterápicos e alguns antibióticos usados para tratar infecções bacterianas, por exemplo, impulsionam a manifestação de manchinhas nas unhas.

O QUE AS MÃOS REVELAM SOBRE A SAÚDE
Fique atento às mudanças na coloração, forma e textura das suas unhas:






Manchas esbranquiçadas:Anemia, carência de zinco e proteínas, dermatites de contato (alergias a esmaltes, sabões, detergentes...), psoríase, micoses, intoxicação por metais pesados, insuficiência renal





Manchas amarelas ou unhas amareladas:Freqüentes em fumantes, também indicam uso crônico de antibióticos, ingestão em excesso de betacaroteno (precursor da vitamina A, encontrado em cenoura, beterraba, mamão...), diabetes, micoses e males do fígado








Arroxeadas:Micoses, tumores, uso de remédios coagulantes, males cardíacos, lupus eritematoso





Esverdeadas ou com inchaços, vermelhidão e dor que se expande ao redor dos dedos:Infecções bacterianas e micoses









Metade branca, metade avermelhada:Problemas renais





Faixas negras:Disfunções hormonais, micoses, tumores na matriz ungueal, câncer de pele (melanoma)







Fracas, secas, quebradiças, com tendência à descamação:Falta de cálcio, além de zinco e vitaminas A, B e E, nutrientes que constituem a unha. Anemia, hipotireoidismo








Amarelada, espessa e sem crescimento:Distúrbios pulmonares






Ondulações, que, no caso das mulheres, ficam aparentes mesmo com duas camadas de esmalte:Geralmente indicam traumas (a espátula de empurrar cutícula é usada com força). E ainda: anemia e doença cardíaca ou pulmonar




Como fazer o auto-exame
Para a médica Marcelle Miranda, especialista em estética do Rio de Janeiro, observar alterações na coloração é o primeiro passo para um autodiagnóstico inicial. Por exemplo, se o leito (a pele que fica logo abaixo da lâmina, que é a parte mais visível da unha) estiver arroxeado, é preciso vigília dobrada. A cor escura demonstra que o sangue não está circulando direito nas mãos e pode indicar possíveis disfunções cardíacas. Além da mudança na cor, é preciso ficar atento à forma e textura das unhas. As temidas micoses (infecções por fungos) se manifestam pelo aumento da espessura da unha, descolamento ou alteração da cor. Quando a causa é orgânica, a infecção surge nas mãos e nos pés. Se não tratadas a tempo, com remédios orais ou tópicos, leva à perda da unha — que demora mais de seis meses para crescer. Quanto às unhas com ondulações, vale um alerta. Segundo artigo de Robert Baran, criador do primeiro centro de diagnóstico e tratamento das doenças das unhas, publicado na revista Scientific American Brasil, as convexas e sem brilho são típicas de portadores de doença cardíaca ou pulmonar crônica. E as unhas côncavas, especialmente em crianças, podem indicar um possível déficit de ferro no organimso.


NOSSAS GARRAS EM PEDACINHOS
A unha é composta por células de queratina, uma proteína dura e impermeável encontrada também nos fios de cabelo e, com uma textura mais mole, nas camadas superficiais da pele. A parte visível é a lâmina, margeada por um tecido (a famosa cutícula). Logo abaixo fica o leito, uma espécie de pele que sustenta a raiz da unha e a lâmina. As dobras nas pontas dos dedos dão sustentação e forma a cada unha e recebem o nome de pregas. A matriz ungueal, escondida sob a cutícula, é o local onde as células queratinosas se proliferam e asseguram o crescimento da unha. Aquela meia-lua branca na base chamase lúnula, um reflexo parcial da queratinização das células nessa região. A parte visível da unha (a lâmina) é formada por células mortas — por isso, não sentimos dor quando a cortamos. Agora, se por algum motivo a unha é arrancada desde a raiz, dói bastante, pois o impacto acaba atingindo a parte viva, onde as células estão sendo produzidas



(clica que aumenta)



CUIIDADOS ALÉM DA MANICURE
Não é só a ida freqüente ao salão de beleza que ajuda a deixar as unhas mais saudáveis. Se a má aparência for somente de origem estética, o uso de hidratantes para as unhas já ajuda bastante, assim como o hábito de sempre lavar as mãos com água fria ou morna para não ressecar a pele. Outra dica é caprichar na alimentação. A nutricionista Vanderli Marchiori (SP) indica grãos integrais e castanhas (ricos em zinco) e ovos e carnes magras (fontes de proteína) para potencializar a formação da queratina. "O ideal é ingerir pelo menos duas porções diárias desses alimentos. E quanto mais frescos, melhor", destaca Vanderli.

--x--


Meninas, essa é a reportagem, interessante né? . Comentem ai. dizendo se as unhas de vocês tem algum desses aspectos. Bom, tenho essas ondulações na unha do dedão do pé esquerdo...meeedo ;s

Depois venho postar meu esmalte da semana, gatas :*

LEMBRANDO: PARTICIPEM DO SORTEIO DOS ESMALTES 5CINCO!

3 comentários on "Unhas e Saúde!"

Fernanda Occhioni on 11 de janeiro de 2011 17:21 disse...

Nossa, adorei essa postagem!!! Eu estava mesmo querendo saber sobre essas coisas que dão nas unhas, obrigada!!!
Eu mudei o nome do blog, agora é http://makesecupcakes.blogspot.com/
Bjinhus docinho ^^

Amanda on 12 de janeiro de 2011 03:15 disse...

Fernanda, ainda bem que você gostou (;
voou visitar seu blog ^^

Beijos

jacques on 12 de janeiro de 2011 06:39 disse...

UNHAS MANCHADAS E ENFRAQUECIDAS POR ESMALTES COLORIDOS , REMOVEDORES INADEQUADOS , FUMO, POLUIÇÃO QUIMICA , ETC... OU ESTRIADAS


– BASE NUTRITIVA E ALISADORA COM LUXO E SOFISTICAÇÃO -


BASE ANTI ESTRIAS (Vernis base anti-stries) ) da linha ECRINAL da França ,especializada e LÍDER EUROPEU de tratamento das unhas fragilizadas e deficientes.

Auxilia o tratamento de unhas estriadas e de superfície irregular das Unhas estriadas , manchadas pelo cigarro ou esmaltes e estressadas.

ELA É TAMBÉM PRESCRITA POR DERMATOLOGISTAS.

É uma base enriquecida com ácidos graxos, vitamina E, carotenóides e sílica. Auxilia o tratamento de unhas estriadas e de superfície irregular. Sua utilização melhora ainda, as unhas fragilizadas por estresses físicos e químicos Aplicar 1 camada sobre as unhas não esmaltadas. Também pode ser utilizada como base.

A ÚNICA BASE COM ESTUDOS DE EFICACIA MENSURÁVEL

Efeito imediato: : ( percentual de respostas positivas )
89% com efeito alisador / anti-estrias
86% com efeito protetor e fortificante

Uso continuo:
96% com melhora na durabilidade dos esmaltes

NÃO CONTEM ACETONA, FORMALDEIDO, TOLUENO NEM PARABENO.

O resultado e glamouroso como a origem do produto, produzido em Mônaco, na Rivieira Francesa

consulte os sites ( são sites técnicos e não de venda ) para poder analisar o seu caso adequadamente:

ecrinal.com ( frances e Ingles )
asepta.com ( da França )
asepta.com.br ( no Brasil )

No site asepta.com.br na pagina "parceiros" ha inúmeras opções onde comprar.
a Época Cosméticos no Rio, Drogaria Iguatemi em São Paulo e outros têm esses produtos à venda inclusive pela internet. (dermexpress, pharmaweb,dermatan, ,... )

Postar um comentário

Visitantes .

free counters

Seguidores .

 

Universo Feminino . Copyright 2008 Fashionholic Designed by Ipiet Templates Supported by Tadpole's Notez